Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Acto de contrição

por Maria Alfacinha, em 20.03.08

Sei que padeço de uma deficiência estranha, este não saber escrever quando não me sinto bem. É, talvez, a primeira faculdade que perco, talvez por ser aquela que me dói mais perder, uma dor tão grande que me abafa o sentir, me perturba o raciocínio e me deixa num estado de tristeza imensa que não consigo descrever. Mas as minhas dores, incapacidades ou manias não podem servir de desculpa para abandonar ou esquecer o mundo que me rodeia. 

Apercebi-me hoje - talvez fosse há mais tempo, não sei, o tempo por vezes não tem a dimensão que conhecemos, que aprendemos a medir - que tenho vivido tão embrenhada nos meus problemas e daqueles que me estão mais próximos e que também me afectam, que acabei por me alhear de tudo o resto. Não foi intencional, nem sequer pensei nisso. A vida por vezes troca-nos as voltas, enrola-nos os dias em marés vivas, e o instinto de sobrevivência sobrepõe-se a tudo o resto. Não porque os outros deixaram de ser importantes mas apenas porque concentramos todas as nossas forças num único objectivo: o de não nos afogarmos, de não nos esquecermos de nós mesmos, de não darmos qualquer oportunidade à desesperança de nos quebrar o Ser. Tudo o resto parece estranho, perfeitamente adiável e nem sequer ocupa qualquer espaço nas nossas prioridades. Mas nada disto serve de desculpa... ou não deveria servir. 

Este é o meu acto de contrição, a minha forma de agradecer as visitas mudas, as palavras que me deixam e que levo semanas a responder, apenas por não saber escrever. Mas é principalmente um acto de contrição dedicado à Carla e à Isabel, duas mulheres lindas e maravilhosas, amigas do peito há mais de 20 anos, minhas companheiras e irmãs que amo do fundo do coraçao - algo que nunca me esqueço de lhes dizer quando lhes escrevo - e que conseguem ter, a centenas de quilómetros de distância, as mãos estendidas e os braços sempre abertos para me acolher, relevando as suas próprias dores na compreensão e na disponibilidade com que posso sempre contar. Para vocês, minhas queridas, em jeito de agradecimento por existirem e por serem quem são na minha vida, deixo-vos este video, o mais parecido que encontrei com o concerto a que assistimos há muitos anos atrás, e o AMO-VOS MUITO que nunca me canso de repetir.

("Prontos" ! Disse-o publicamente ! Agora lidem lá com isso...)

 

                   

publicado às 09:00


12 comentários

De Carla e Isabel a 20.03.2008 às 10:16

Já que é publicamente que nos afirmas a tua amizade e apreciação pela nossa, também publicamente posso dizer que eras tu quem mais precisava da nossa amizade e, por isso, não se pensa em mais nada. Os nossos problemas não desaparecem, ficam só um pouco de lado para darmos atenção a quem mais precisa. Como diz a Zanjita, o amor e a amizade não custam nada: são grátis. E quando o retorno é aquele que tu nos dás, é tão gratificante que faz-nos sentir que vale a pena ter uma amiga como TU!
Muitos beijinhos nossos e, como sabes, vamos quando precisares, estamos quando quiseres e não penses que não te chamamos quando precisarmos ahahahahahaha XXXXXXXXXXXXXXXXXX

De saltapocinhas a 22.03.2008 às 00:59

_♥♥_♥♥
_♥♥___♥♥
_♥♥___♥♥_________♥♥♥♥
_♥♥___♥♥_______♥♥___♥♥♥♥
_♥♥__♥♥_______♥___♥♥___♥♥
__♥♥__♥______♥__♥♥__♥♥♥__♥♥
___♥♥__♥____♥__♥♥_____♥♥__♥_____
____♥♥_♥♥__♥♥_♥♥________♥♥
____♥♥___♥♥__♥♥
___♥___________♥
__♥_____________♥
_♥____♥_____♥____♥
_♥____/___@__\\___♥
_♥____\\__/♥\\__/___♥
___♥_____W_____♥
_____♥♥_____♥♥
_______♥♥♥♥♥
Uma Páscoa Muito Feliz

De Maria a 24.03.2008 às 11:10

Bonita declaração de amor. Deve ser mesmo da idade, também eu cada vez dou mais valor às minhas amigas, o que não nos torna estranhas pois não??
Escreve mais Maria Alfacinha. Dizes que não sabes escrever mas eu estou a gostar de te ler.

De ligeirinha a 25.03.2008 às 10:20

Foi bom "ouvir-te, ler-te, sentir-te"..... espero que animes com os teus amigos e com a Primavera(lugar comum......), mas ás vezes funciona mesmo....os dias ficam maiores e os nossos olhos vêm tudo!!!! Beijinhos

De Maria Moura a 28.03.2008 às 00:06

Minha querida, já aqui passei várias vezes e até já cheguei a ter comentário escrito mas as palavras, essas, ando a tirá-las a ferro.

Mas não queria deixar de te mandar um

De Alba a 30.03.2008 às 21:10

Entendendo-te, Maria, claro que entendo! Comovi-me com a tua declaração de Amizade, tão bonita, tão sentida. Vou continuar a passar por aqui, na esperança de reler-te. Um grande beijinho!

De seilá a 31.03.2008 às 10:32

ainda por aqui ando...esperando-te

De aflores a 04.04.2008 às 23:10

A vida está "cheia" de bons e maus momentos, assim como de pessoas que nos rodeiam e nos fazem sentir bem...mesmo assistindo ao concerto (como eu assisti) do Eric Claptn.

Tudo de bom

De Rekoa Meton a 13.04.2008 às 14:00

Não sei o que te diga, nem o que te faça.
Acho que o limite de palavras nos comentários aumentou, ou é só impressão minha?

De pedro alex a 22.04.2008 às 11:31

Marialfacinha,
Além da racionalidade, logo ali, estão as fadas (tuas) e os bjs (meus) em amena cavaqueira partilhando mundos fantásticos.
Com afecto...
X U A K S

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




 






O Meu Alpendre


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D