Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Feliz Dia de Ti, Pai!

por Maria Alfacinha, em 19.03.13

Feliz-dia-dos-Pais.jpg

Hoje é Dia do Pai.
E como eu gosto do Dia do Pai! E do Dia da Mãe!
Nunca oiço dizer que Dia do Pai é quando um Homem quiser 
ou Dia da Mãe é todos os dias.
E eu gosto do Dia do Pai  - e do Dia da Mãe - exactamente por isso.
Porque ninguém me chama a atenção para o facto de as lojas (também)
se encherem de apelos ao consumismo.
Porque ninguém me repete que (também) só se lembram do Pai
- ou da Mãe - nestes dias. 

Porque (nunca) ninguém se ri do meu celebrar.

 

Por vezes penso que não sou amante de poesia. Talvez por achar que não a entendo ou por nunca ter conseguido pegar num livro de poesia e lê-lo de um fôlego só. Já me disseram que estou enganada, duas vezes enganada, quando digo que não entendo e porque a poesia não se lê assim. Que não sei o que digo. Que não confio no que sinto. Porque é certo que há palavras, ditas de poesia, que me molham os olhos, tornando-os capazes de ver mais além, despertando em mim tudo o que tantas vezes esqueço ser, que nem sonhava entender. Porque é certo que há palavras, ditas de poesia, que dizem tudo o que eu nunca conseguiria dizer.

Um dia ouvi ler um texto. Não sei se lhe chamam poesia, mas talvez o seja porque eu consegui escutar a melodia que as palavras entoavam. Não sei se era sobre o Dia do Pai mas talvez o fosse, porque foi de Pais, e (também) do meu Pai que me lembrei. E hoje (também) porque é Dia do Pai, mesmo não sendo minhas as palavras, quero oferecê-las a todos os Pais - e a todas as Mães que também são Pais - pois há coisas que, nem que eu vivesse mil vidas, seria capaz de explicar.

 

“Na hora de pôr a mesa, éramos cinco:

o meu pai, a minha mãe, as minhas irmãs e eu.

Depois, a minha irmã mais velha casou-se.

Depois, a minha irmã mais nova casou-se.

Depois, o meu pai morreu.

Hoje, na hora de pôr a mesa, somos cinco,

menos a minha irmã mais velha que está na casa dela,

menos a minha irmã mais nova que está na casa dela,

menos o meu pai, menos a minha mãe viúva.

Cada um deles é um lugar vazio nesta mesa onde como sozinho.

Mas irão estar sempre aqui.

Na hora de pôr a mesa, seremos sempre cinco.

Enquanto um de nós estiver vivo, seremos sempre cinco.”

José Luis Peixoto

 

Já ninguém se senta à mesa.

Pouco importa. Eu ainda aqui estou.
E enquanto eu aqui estiver, estaremos todos à mesma mesa.

Feliz Dia de Ti, Pai!

publicado às 19:39


2 comentários

De Anónimo a 23.03.2013 às 20:08

os gostos são 3
1º gosto de jose luis peixoto
2º gosto deste poema
3º gosto

De aflores a 25.03.2013 às 17:43

Pai, hoje e sempre.

Tudo de bom.

:)
;)


Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Março 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31




 






O Meu Alpendre


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D