Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Gramatiquices

por Maria Alfacinha, em 10.10.15

Gramatiquices

 

Soltaram-se-me os dedos por sobre o teclado, correndo sôfregos como se uma força invisível se tivesse apoderado deles, tentando ganhar terreno aos pensamentos que fogem e se baralham, misturam-se com sensações, sonhos, passado, presente...

 

As palavras chocam entre si, distraídas, confundidas numa amálgama que as diverte.

Soltam-se. Discutem. Argumentam. Ignoram-me.

Os verbos ganham vida própria.

Conjugam-se sozinhos:

"eu vou, tu vais..."

Param em ti.

Sorriem.

Recomeçam:

"eu quero, tu queres..."

Tu, outra vez.

Riem-se. Perdem-se de riso deles mesmos, e de mim que não os consigo controlar.

Mesmo ao lado, os adjectivos escondem-se dos substantivos.

Querem ser sujeitos, passivos, activos, não sei.

Caem sobre as preposições, que se espalham no monitor.

mediante, conforme, ante, sob, para...

Ali, num canto, as letras dançam ao som de uma orquestra em discurso directo, que não conheço, nunca vi - ouvi? escrevi? - tropeçam na pontuação, querem ser palavras, oferecer-se em frases, despertar ânsias, romper preconceitos, querem tudo, sabem lá o que querem!

 

E os meus dedos cúmplices - ou cabecilhas da rebelião - alegram-se, saltitam, sorriem-me e desvendam polissílabas fechadas, determinantes possessivos, pronomes demonstrativos, esticam-se imponentes, orgulhosos, vaidosos e declamam ditongos que não existem, revelam artigos que nunca foram inventados, cantam hinos homógrafos, homónimos, parónimos...

 

Solto uma gargalhada, recosto-me na cadeira, olhos fixos no monitor e deixo fugir um suspiro: valha-me Santa Ortografia que tenho uma gramática à solta nas mãos! Resigno-me. Nada disto é compreensível, nada do que escreva será entendido por alguém.

 

É uma pena.

Porque por entre estas letras, em orações perfeitamente divididas, está o que sinto, o que quero, mas os dedos não me deixam escrever.

publicado às 23:48


6 comentários

De Corvo a 11.10.2015 às 23:50

Poderá, eventualmente, ser compreendido por alguém, alguns; e da mesma maneira descritos com apenas um descritivo mais pobre.

De Maria Alfacinha a 27.10.2015 às 17:29

Ou cada um pode compreender à sua maneira...
É a magia das palavras

De green.eyes a 12.10.2015 às 10:59

Dizes tu que é incompreensível ... !!

Acho que estás enganada ...

De Paulo Vasco Pereira a 17.10.2015 às 14:56

"É uma pena.
Porque por entre estas letras, em orações perfeitamente divididas, está o que sinto, o que quero, mas os dedos não me deixam escrever." - Quantas vezes!

Como sempre, um belíssimo escrito.

Quando puderes, espreita http://sussurosdalma.blogs.sapo.pt

Bjs.

De Maria Alfacinha a 27.10.2015 às 17:30

Ando em falha com as minhas visitas... sorry
Vamos ver se isto acalma um pouco

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031




 






O Meu Alpendre


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D