Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Os incómodos

por Maria Alfacinha, em 16.01.14

Sim, é uma chatice. É uma chatice o Metro estar parado por motivo de greve, exactamente à hora a que a maior parte de nós tem que ir trabalhar. Perdemos tempo, paciência e, na maior parte das vezes ainda temos que pagar o transporte alternativo. Depois são os autocarros que vão a abarrotar, lá se vai a comodidade e o civismo fica na rua, que vale tudo para entrar e ainda mais para sair daquele aperto. E lá vêm as queixas, e os lamentos, e as contas às regalias de quem faz greve e que "deviam era viver com o meu ordenado" ou "não sabem o que é ter um emprego" porque, como toda a gente sabe, os nossos salários são sempre mais baixos e as nossas dificuldades sempre maiores do que os daqueles que nos incomodam. E no meio de tanta chatice, aparece sempre alguém – e pasmem-se os céus, que não são tão poucos como isso! – que nem sabia que havia greve dos transportes, falta de informação que só será colmatada, fica aqui a minha sugestão, no dia em que os jornais desportivos a divulgarem na primeira página, talvez como legenda à foto do Ronaldo ou, quem sabe, as associações sindicais ou de trabalhadores telefonarem para todos e cada um dos utentes dos transportes públicos a avisar: “Olhe, não se esqueça que amanhã fazemos greve, sim?”. Notícias e cartazes, não vale a pena.

 

As greves são incómodas. Até a mim, que não ando de Metro, a greve me incomodou. Mas incomoda-me mais o conformismo das gentes, o “é a vida” com que assistem ao empobrecimento de um país, o “que se há-de fazer” de quem lhe vê negado tratamento médico porque não há verba. Incomoda-me a escolha entre a conta da electricidade ou a do supermercado, o silêncio de quem é explorado porque precisa de trabalho, a miséria de quem nem um tecto tem para se abrigar. Incomoda-me muito mais que não hajam greves, que das poucas coisas – senão a única – que faz com que as gentes se manifestem seja o futebol. Incomoda-me quem não luta, quem se cala, quem ainda não percebeu que Fado é apenas um género musical, não é uma inevitabilidade, um modo de vida. Acima de tudo incomoda-me quem não entende que nos fizeram peões do jogo do “dividir para reinar” e que são os nossos gestos e os nossos gritos ou o deixa-andar e a apatia que podem marcar a diferença.

 

A greve acabou e com ela foram-se os incómodos desta manhã.
Dos outros, infelizmente, já não posso dizer a mesma coisa.

publicado às 13:44


2 comentários

De aflores a 17.01.2014 às 15:33

A mim incomoda-me todos aqueles que até têm motivo para fazer greve e não podem.
Mas isso... é pano para mangas

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




 






O Meu Alpendre


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D