Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Preto no Branco

por Maria Alfacinha, em 03.08.15

BESThearts.jpg

Gosto de preto e gosto de branco.

De cinzento também... às vezes. E das outras cores.

Fortes, suaves, até gosto daquelas que não se conseguem definir.

Mas não gosto de todas as cores em todas as coisas.

Não me peçam para vestir verde escuro.

Ou viver numa casa vermelha.

Ou comprar um carro amarelo.

Não consigo. Ou melhor, consigo, mas não gosto. Sinto-me mal. Infeliz.

(mas continuo a gostar do verde, do vermelho e até do amarelo)


A cor é, obviamente, uma metáfora.

A vida - a minha vida - tem, e precisa, de todas as cores.

Mas nem todas as cores encaixam em todo o lado.

Há pedaços de mim que precisam de preto no branco.

Não suportam cinzentos.

Ou melhor, suportam, mas não gostam. Sentem-se mal. Infelizes.

E muitas vezes pinto a minha vida de outras cores, que não as que quero.

Porque os outros não são iguais a mim. Porque tenho que os respeitar.

("respeito" é uma daquelas minhas coisas "preto no branco")

Parto do princípio físico de que o branco é tudo.

(assim como o preto é a ausência, o vazio)

E, por isso, não são preocupantes as minhas noites brancas.

São noites cheias. De sentidos, de convicções, de desejos.

Noites fantásticas, porque sinto tudo. Porque sou inteira.

(noites em que o coração é um prisma óptico e revela todas as cores)

O preto da noite, pinta-se no meu branco.

E confirma, mais uma vez, o que eu sempre soube.

Que em mim, na minha vida, nada é tão importante como o Amor.

É o meu alimento, o meu caminho, a minha luz.

O que sinto, o que recebo, e principalmente o que dou.

Apenas isso.

Assim.

Preto no branco.

publicado às 22:53


9 comentários

De green.eyes a 04.08.2015 às 09:45

Eu também sou adepta do preto no branco ... ou é ou não é ...
... o cinzento ... é o eterno ... talvez ... o mais ou menos ... o indefinido ...

De Maria Alfacinha a 05.08.2015 às 23:42

As vezes tem que ser cinzento, há coisas que não têm uma "cor" definida.
Mas há outras que são mesmo preto no branco, não é? :-)

De Mãe Maria a 04.08.2015 às 10:57

Qdo era jovem, vestia-me muito de preto. Hoje abomino, só mesmo em certas e muito especificas situações. E se vejo a minha filha de preto, até me assusto. Tempos que mudam conforme a mente muda.

De Maria Alfacinha a 05.08.2015 às 23:43

Que engraçado, o preto nunca me assustou.
Mas também não o associo a nada negativo.
E na roupa tem a vantagem de ficar bem com tudo... como o branco :-)

De Inconfessável a 04.08.2015 às 19:16

Eu gosto de cores e muito do amarelo.
Não gosto de roxos nem de cinzentos.
Não tenho verdades, tenho muitas dúvidas, mas sei muito bem o que quero e do que gosto.

De Maria Alfacinha a 05.08.2015 às 23:44

Então tens coisas preto no branco.
Acho que todos nós temos, mesmo que, com o passar do tempo, ou noutras situações, já não seja tão claro assim...

De Inconfessável a 06.08.2015 às 11:45

Há sempre pretos e brancos, tem de haver, pelo menos no que nos é essencial.
Na minha opinião e para a minha vida, tento que não sejam muitos e tento mais ainda esbatê-los noutras cores que não o cinzento ou o roxo

De Cris a 04.08.2015 às 23:28

O amor é um prisma óptico de todas as cores ou é preto no branco? Ou talvez tons de cinza?
Se é algo bom, para mim é uma explosão de cores...

De Maria Alfacinha a 05.08.2015 às 23:46

O amor tem a cor que nós lhe quisermos dar, como aliás tudo na vida.
Preto no branco é a certeza que é ele que me guia :-)
E uma explosão de cores parece-me muito bem :-)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031




 






O Meu Alpendre


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D