Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Simão

por Maria Alfacinha, em 02.01.14

Sem Título.png

Passaram mais de dois meses desde que o encontrámos. Atravessava a estrada de passeio em passeio cheirando toda a gente, semi-indiferente aos carros que, felizmente, circulavam devagar. Deixou-se apanhar com facilidade e assim que lhe abri a porta do carro instalou-se confortavelmente espreitando pelo vidro de trás. Passei pelo veterinário mais próximo para ver se tinha chip. Levei-o para casa, fiz algumas fotos, divulguei-o em vários sites, coloquei cartazes e aguardei que me contactassem. Estou habituada - estamos todos, penso eu - a ver cães abandonados ou cães que nunca tiveram dono, que nasceram na rua e por ali ficaram. Embora a realidade esteja a mudar, normalmente são cães sem raça, que só chamam a atenção de quem verdadeiramente gosta de animais e, como tal, acalentei a esperança que alguém andasse à sua procura. O dono, porque tinha dono, não tenho qualquer dúvida, nunca apareceu.

 

É um cão extremamente meigo - adora abracinhos e consegue encaixar-se no colo mais pequeno que possam imaginar - sociável com pessoas e cães e teimoso como ninguém. Chamo-lhe muitas vezes cabeçudo, não só pelo tamanho da cabeça mas porque quando quer uma coisa, não desiste. É completamente fixado em comida e consegue encontra-la nos sítios mais incríveis. Já lhe descobri alguns talentos, como por exemplo abrir caixas de plástico, ou avisar-me que me esqueci do resto do almoço dentro da mala, à conta dessa fixação. É desajeitado como poucos e insiste em andar colado às minhas pernas, só descansando quando estou num sítio onde me pode ver. Teimosias à parte, é bem comportado e desde que não haja comida por perto, obedece ao que lhe dizemos. Já não está tão magro mas continua a reclamar quando tem fome: ladra e salta com as quatro patas no ar até ter a tigela no sitio a que já se habituou. Quando ralho com ele, deita-se de barriga para o ar e esconde o focinho nas patas. Gosta de dormir encaixado entre o Pepo e a Lolita. Ressona ruidosamente, tem pesadelos e abana a cauda quando o acordamos ou quando simplesmente falamos com ele. Há pouco abanava a cauda enquanto dormia; acho que estava a sonhar.

 

Chama-se Simão. 

publicado às 10:24


4 comentários

De aflores a 09.01.2014 às 18:57

Ao SImão saiu-lhe a sorte grande, como saiu ao meu Leão, há uns anos atrás quando o adoptei num canil.

Nunca esquecem quem lhes fez bem.

Bem-hajas!

Tudo de bom.

De Maria Alfacinha a 17.01.2014 às 14:09

Ninguém merece ser abandonado, eu acho, e infelizmente não acontece só aos animais.
Ao Simão pode-lhe ter saído a Sorte Grande mas acho que fui eu que fiquei a ganhar


De Fernando Lopes a 18.01.2014 às 22:02

Fez-me lembrar o meu velho amigo, Fred. E bom regresso, já tinha saudades das suas postas.

De Maria Alfacinha a 21.04.2014 às 12:05

Será um regresso "às pinguinhas", quem sabe... :-)
Não é o tempo que tem culpa é mesmo o pouco acesso à internet.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




 






O Meu Alpendre


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D