Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Mãe Natal

por Maria Alfacinha, em 08.12.08

Quem me conhece já sabe o que os espera: chega Dezembro e eu fico ainda mais insuportável do que é costume. Não há nada a fazer, há muito que me conformei com a certeza que nada, nem ninguém, consegue abalar este meu sentir. Eu e quem me rodeia, já que não conheço o significado da expressão "low profile"Venha o frio, a chuva, os dias cinzentos, as dores nas costas ou a falta de descanso. Quero lá saber! Só tenho pena de não conseguir fazer mais, mas infelizmente, a multiplicação das horas do dia não é um dos milagres da época. Bom... não é completamente verdade. Há alturas em que parece que me dividi em várias outras eu, na ânsia de compensar a descrença nesta magia que aquece a minha existência e que, tantas e tantas vezes, insistem em me roubar ou, pior ainda, transformar em algo fútil e vazio, contagiosamente deprimente.  Desistam! Não percam o vosso tempo. Sejam quais forem as vossas batalhas, esta guerra eu ganharei sempre. Apenas e só, porque não entro nela.

Ah, adoro esta sensação!
Esta época é minha, como nenhuma outra. Eu, Maria Alfacinha de nascimento, Maria-Nada-É-Impossível por defeito, Mãe-Natal por convicção. Que belíssima desculpa para celebrar o meu acreditar! Depois... sabem como é? Passo completamente despercebida. Ninguém estranha quando visto o fato vermelho e coloco um gorro na cabeça. Quem me vir, pensará que sou mais uma figurante contratada por um qualquer centro comercial tentando, em desespero, minimizar os prejuízos de uma crise que se arrasta há demasiado tempo, à custa da fúria consumista de quem não teve a sorte de conhecer o verdadeiro Pai Natal. Explicaria muita coisa, não acham?

Mas essa conversa fica para depois. Hoje só cá vim deixar a minha escolha para a melhor canção de amor de sempre. Tarefa difícil esta: se há algo que é cantado vezes sem conta é o amor....
Suspeito que não vá subir ao pódio ou mereça sequer uma menção honrosa. Na melhor das hipóteses despertará um sorriso nas gentes mais complacentes. Vão ter que me desculpar mas é que não me estou mesmo a lembrar de melhor forma de cantar o Amor...
"Let them know it's Christmas time!"
 

publicado às 23:23


Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2017

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Posts recentes




 






O Meu Alpendre


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D