Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ilusão

por Maria Alfacinha, em 01.10.14

4debe49f-36b0-41c7-a62a-4497cdbab3dd.jpg

 

Quando me mudei para o outro lado do Tejo, família e amigos deitaram as mãos à cabeça. Para quem sempre viveu com uma paragem da Carris à porta de casa, o trânsito da Margem Sul é um dos sinais do Apocalipse e a Ponte, a cara-chapada do Anti-Cristo. Não me declararam mentalmente incapaz – lá chegará o dia! - mas não faltaram os piropos habituais com que se costumam brindar os pobres de espírito. 

Curiosamente, demonstravam algum alívio porque a Vasco da Gama tinha sido inaugurada havia pouco tempo, o que me divertia até às lágrimas já que os meus trajectos diários seriam efectuados entre Almada e Alcântara, localidades onde a ponte tão mal-amada tem o seu princípio e fim, e a Vasco da Gama atravessa o rio a muitos e muitos quilómetros de distância de qualquer uma delas.
Enfim...!
 

Viver no outro lado do rio tem um sabor especial para quem ama Lisboa.
Quem atravessa a Ponte sabe que a paisagem é deslumbrante, estendendo-se por muitos quilómetros ao longo do Tejo e, se o ar estiver limpo, muitos quilómetros para o interior. Mas para mim, entrar na cidade num cacilheiro sabe a regresso de férias, sensação que vem da infância quando, chegado o Verão, nos mudávamos de armas de bagagens para a Costa da Caparica. Nós, as crianças e a mãe, porque o pai, cumprindo um destino a que nunca conseguiu (ou quis) fugir, voltava para a cidade todas as manhãs, regressando à hora do jantar depois de mais um dia de trabalho.


Hoje, durante a viagem, esquecida do livro aberto em cima do colo, observando a cidade banhada pela luz branca que a caracteriza, recordando essas viagens, na altura quase épicas, pois a grandeza das jornadas é inversamente proporcional ao tamanho das nossas pernas - facto comprovado (não) cientificamente - deixei-me envolver pela agradável convicção de que quase tudo,  ou apenas o que realmente importa, é tranquilamente igual ao que foi ontem e igual ao que será amanhã.

Afinal, talvez o tempo não seja mais que uma ilusão.

publicado às 17:51


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


calendário

Outubro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031




 






O Meu Alpendre


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2006
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D